.


Sistema Solar em tempo real para educação astronômica...

Please install latest Flash Player to run Solar System Scope

PROPAGAÇÃO

terça-feira, 7 de agosto de 2012

TATUAGEM DE PELE ELETRÔNICA

Electronic-Tattoo

Tecnologia RFID Facilita o Monitoramento

 

O dispositivo contém um chip RFID e será capaz de transferir informação por um sistema sem fios, para vários tipos de redes. Para encontrar pessoas interessadas e entusiasmadas por uma tatuagem de pele eletrônica, artigos informativos descrevem sua utilidade no monitoramento da saúde e…hum…em vídeo games. Todavia, o que não é anunciado, é como facilmente este dispositivo poderá ser usado para rastrear, espionar e monitorar as pessoas. Tatuagem de Pele Eletrônica tem Utilidades Médicas, nos Jogos de Vídeo-Game e na Espionagem. Um adereço eletrônico ultrafino que se adere à pele, como uma tatuagem temporária, podendo se transformar em uma ferramenta, que possibilitaria um sensor médico, software para jogos de azar e até mesmo, seu uso em operações de espionagem, de acordo com o estudo americano, publicado na quinta-feira. A tecnologia micro-eletrônica, chamada de sistema eletrônico epidermal (Sigla em inglês, EES), foi desenvolvida por um time internacional de pesquisadores dos Estados-Unidos, China e Singapura, e foi publicado na revista Science. “É uma tecnologia que confunde a distinção entre eletrônico e biológico”, disse o co-autor John Rogers, professor em engenharia e em ciência de materiais da Universidade de Illinois Urbana – Champaign, nos Estados Unidos (conhecida também como UIUC). “Nosso objetivo foi desenvolver uma tecnologia eletrônica que pudesse se integrar com a pele de maneira mecânica e fisiologicamente invisível ao usuário.” O adereço poderá ser usado, ao invés dos grandes eletrodos, para monitorar a atividade do cérebro, coração e tecido muscular e quando colocado sobre a garganta, permite aos usuários executarem através da voz um vídeo game com mais de 90% de precisão. “Este tipo de dispositivo poderia ser útil para aqueles que sofrem de certas doenças da laringe” disse Rogers. “Poderia também formar as bases da capacidade da comunicação sub-vocal, apropriada à substituição ou outros usos. ”Como o dispositivo é sem fios, não pesa muito e requer pouca energia, que pode ser obtida pelo próprio dispositivo, com a ajuda de um coletor solar em miniatura ou por recebimento de ondas de rádio ou por transmissão de radiação eletromagnética, diz o estudo. Menos de 50 micrômetros – ainda menor que um fio de cabelo humano – o dispositivo é capaz de se aderir à pele sem cola ou outro material colante. “Forças denominadas Van der Walls, controlam a adesão à nível molecular, então as tatuagens eletrônicas se aderem a pele sem qualquer cola e ficam no lugar por horas”, disse o estudo. A engenheira Yonggang Huang, da Universidade de Northwestern, também dos Estados Unidos, disse que o adereço é “tão macio como a pele humana”. Rogers e Huang têm trabalhado juntos nesta tecnologia nos últimos seis anos. Eles foram bem sucedidos no desenvolvimento de sensores de câmera flexíveis hemisféricas e agora, focam-se em agregar pilhas e outras opções energéticas. Os dispositivos podem encontrar uso futuro, em pacientes com apneia do sono, bebês que precisam de cuidados neonatais e curativos eletrônicos que ajudem a pele a se regenerar de ferimentos e queimaduras.

 

Fontes: Breibart e Vigilantcitizen

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recent Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...