.


Sistema Solar em tempo real para educação astronômica...

Please install latest Flash Player to run Solar System Scope

PROPAGAÇÃO

sábado, 25 de fevereiro de 2012

O PRIMEIRO RÁDIO DO MUNDO



O desenvolvimento da radiocomunicação se inicia no século XVI, com os primeiros estudos sobre o eletromagnetismo. A verificação experimental do alemão Heinrich Rudolf Hertz (1857-1894), em 1887, da existência das ondas de rádio mais tarde chamadas de ondas hertzianas), com propriedades semelhantes às das ondas luminosa, revela novas possibilidades para a programação da voz. Pouco depois, o físico Édouard Branly (1844-1940) constrói um aparelho que capta essas ondas, conhecido como coesor. Em 1896, o russo Aleksandr Popov (1859-1905) desenvolve a antena transmissora de sinais a pequenas distâncias e, no mesmo ano, o italiano Guglielmo Marconi tira patente de seu telégrafo sem fio, que transmite e capta sinais a até 100 m, considerado o primeiro rádio do mundo. Somente em 1924 as primeiras transmissoras de imagens – contornos de objetos e, aos poucos, vagas fisionomias humanas – são realizadas, por John Logie Baird (1888-1946), na Inglaterra e por Charles Jenkins (1867-1934), nos EUA. Suas experiências se basearam nos estudos do inglês Willoughby Smith, em 1873, que comprovam a propriedade de o elemento químico selênio transforma a energia luminosa em energia elétrica. A atmosfera possui três camadas que atuam de modo diferente na propagação das ondas de rádio através dela. Essas camadas são a Troposfera, que é a camada mais baixa da atmosfera, a Estratosfera, que é a camada intermediária e a Ionosfera, que vai até o fim da atmosfera. Ao atravessar a troposfera a onda de rádio refrata (muda de forma ou direção) a medida que aumenta de altitude. Isto se deve ao aumento de velocidade em decorrência da atenuação dos gases a medida em que vai se afastando da Terra. Quando atravessa a Estratosfera, a onda não sofre nada, pois não existe gases o suficiente para refração. Quando chega na Ionosfera, a onda de rádio pode sofrer diversos fenômenos dependendo das atividades elétricas que ocorrem neste lugar. Os fenômenos mais comuns são os de reflexão. 

Obs.: Lembrando que o verdadeiro inventor do do rádio, foi o gaucho: 
        Pe. Roberto Landel de de moura inclusive com patentes...

Fonte: [Unisanta.br]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recent Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...