.


Sistema Solar em tempo real para educação astronômica...

Please install latest Flash Player to run Solar System Scope

PROPAGAÇÃO

quarta-feira, 22 de junho de 2011

SECRETÁRIO ASSUME GESTÃO DURANTE PRISÃO DE PREFEITO DE TAUBATÉ

Lucas Lacaz Ruiz/14.06.2011/AELucas Lacaz Ruiz/14.06.2011/AE
Prefeito de Taubaté, Roberto Peixoto (PMDB), foi preso por suspeita de fraude em distribuição de remédios e merenda escolar

Vice-prefeita só deve assumir em 15 dias, por determinação de lei orgânica
O secretário de Negócios Jurídicos, Anthero Mendes Pereira Junior, assumiu interinamente, a partir desta quarta-feira (22), a Prefeitura de Taubaté. A medida ocorre devido à prisão do prefeito Roberto Peixoto (PMDB), que está envolvido em um esquema de fraudes na compra de medicamentos e merenda escolar. Ele foi detido na terça-feira (21).

De acordo com a Secretaria Municipal de Comunicação, a responsabilidade pela administração pública pelo titular da pasta jurídica é de no máximo dez dias e está determinada na lei orgânica do município.
A vice-prefeita Vera Saba só poderá assumir após o afastamento do prefeito completar 15 dias.
Além de Peixoto, foram presos na operação Urupês, realizada pela Polícia Federal, a primeira-dama, Luciana Peixoto, e um funcionário público responsável pelo setor de licitações. Todos estão cumprindo prisão temporária e estão na carceragem da PF de São José dos Campos.
Mais prisões
Em coletiva nesta terça-feira (21), representantes do TRF (Tribunal Regional Federal) e da Polícia Federal disseram que as investigações da operação Urupês ainda não se encerraram e que mais dez pessoas ainda devem ser presas nos próximos dias suspeitas de envolvimento no esquema de corrupção em Taubaté.

Há três empresas envolvidas no esquema, sendo que uma fica em Taubaté e as outras duas na capital paulista. Os investigadores afirmaram que elas faziam a distribuição de medicamentos e merenda escolar para o município.
Entre os documentos apresentados pelos policiais, está um contrato no valor de R$ 30 milhões.

O caso permanece em segredo de Justiça. Todos os documentos apresentados pela defesa passarão por perícia. Caso os suspeitos sejam julgados e condenados pelos crimes, podem pegar no mínimo dez anos de prisão.


Notícias da região... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recent Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...